Lesões interrompem a minha idolatria | Para refletir

Landry

Se você luta para acreditar que Deus te ama, e Deus simplesmente continua trazendo provações em sua vida, não entre em pânico. Essas provações estão mais correlacionadas do que você imagina.

Eu manquei e usei uma muleta até mesmo para alcançar meu celular no meu bolso de trás. Antes, eu era um jogador iniciante do New York Knicks e, em seguida, do Toronto Raptors. E então eu fui ferido, e em seguida, ferido de novo, e depois, ferido novamente. Um cotovelo, uma mão, um quadril, três lesões que lenta, progressiva, e dolorosamente levaram embora a minha capacidade de jogar basquete por várias temporadas. Meu sonho, meu desejo mais profundo, minha identidade estavam todos de repente em perigo. Parecia que a vida tinha sido escrita em quadro branco, e Deus veio e manchou o que tinha sido claro antes. Uma vez estrela como jogador de basquete no Madison Square Garden, e agora enfrentando três anos de problemas físicos não planejados e indesejados em minha casa e, me esforçando apenas para verificar o meu telefone.
Então, o tweet de John Piper chamou minha atenção: “Jogador da NFL, Garrett Gilkey estourou o joelho na noite passada. Ele escreve sobre de Deus: ‘soberania grande e gloriosa.’”. Como um homem de resgate em uma mina afundado, Deus salvou a minha alma da morte, do pecado e do desespero.

O QUE DEUS ESTÁ FAZENDO?
Eu nunca me esforcei para acreditar em Deus. Mas eu vivi muito a minha vida como uma pessoa que acredita em Deus, mas vive como se Ele não existisse. Eu já tinha o meu próprio “evangelho” – a promessa de que o amor e riqueza do mundo me dariam a capacidade de ser popular e talentoso. Eu não precisava confiar em Deus porque eu já confiava em outro deus: o NBA.
Três anos depois, Cristo começou a mudar lentamente tudo aquilo. Deus me deu um presente através de ferimentos múltiplos no fim da temporada. Da mesma maneira que Deus presenteou Garret com alegria através de seu sofrimento, Deus me presenteou com fé através do meu sofrimento.
É assim que Deus trabalha. Ele não desperdiça nem uma gota de dor. Se você está no meio do sofrimento – especialmente se ele é de longo prazo, complexo ou confuso – aqui estão três dons de fé que crescem a partir do sofrimento e que irão durar. (1Coríntios 3:15).

UMA FÉ VERDADEIRA
Através do arrependimento, Deus molda em nós “uma tristeza piedosa que traz arrependimento”. Essa tristeza piedosa é o funeral que Deus coloca em nossos ídolos. Deus permite que nós sintamos a dor dessa perda para que nós possamos ter a experiência de senti-Lo carregando as nossas cargas. (Mateus 11:30).
O sofrimento é o gancho que Deus usa para nos trazer de volta pra Ele, arruinados e cansados de sermos escravos do pecado que Jonathan Edwards chama de nossa "cruel tarefa-mestre, que oprime e castiga". É o terremoto que expõe os ídolos e destrona o pecado em nosso coração. Quando eu jogava para os Knicks eu sabia que Deus existia e que Ele desaprovava a vida que eu estava vivendo (me afundando em álcool e promiscuidade sexual). Mas eu pregava um evangelho da graça barata para fazer com que eu mesmo me sentisse melhor. Com as lesões, Deus me mostrou que eu estava confiando em algo diferente de graça, pintado para parecer graça. Uma graça barata que foi tão útil para o meu sofrimento quanto um boneco de papelão de Jesus.
Quando as lesões vieram eu comecei a ler as Sagradas Escrituras. Eu tive o estranho e inquietante pensamento “Eu acho que não estou realmente salvo”. Eu li em Tiago, “a Fé por si só, se não tiver obras, está morta” (Tiago 2:17). Minha Cristandade casual precisou ouvir, “Você acredita que Deus é um; você faz bem. Até os demônios acreditam – e tremem”. (Tiago 2:19)
Deus ofusca a luz da nossa vida com sofrimento, para que nossos corações abracem a graça que realmente sustenta. Sofrimento é o tempo de lamentar a perda daquilo que nunca poderia nos salvar.

UMA ESPERANÇA MAIOR
Como um relojoeiro meticuloso, Deus marcou a fé verdadeira em mim através de fincos de sofrimento, através de todas as lesões, da espera e da frustração. Não todos de uma vez, mas dia após dia no curso dos anos, Deus trouxe uma nova claridade. A alegria que Deus traz no sofrimento é uma virada no jogo. Muda a dor. Drasticamente transforma os primeiros 60 segundos do seu dia. Corrige o curso dos próximos 60 anos da sua vida.
Meus três anos (e contando...) de sofrimento me deram a chance de ver o quanto o basquete era o meu evangelho. Pela Graça de Deus, agora ele está me transformando na imagem de Cristo (1 Coríntios 3:18). Meu sofrimento fez eu me perguntar: “Porque eu colocaria toda a minha alegria, esperança e futuro em algo que não vai durar?”. A única coisa que dura para sempre nessa vida é Cristo. Eu comecei a colocar toda a minha alegria, esperança e vida nas mãos de Deus.

UM CORAÇÃO HUMILDE
Eu chamo a minha primeira temporada de lesões de “O deserto”. Há três anos eu estava sendo lesionado na quadra. Fora da quadra, minha namorada engravidou. Pela graça de Deus, agora ela é minha esposa, mas nós só estávamos namorando há um mês naquela época. Naqueles momentos eu não sabia o que fazer.
Deus fez a vida ficar mais difícil para mim do que eu teria escolhido por mim mesmo. E Ele fez a vida ficar mais feliz do que eu teria escolhido por mim mesmo como um pecador egoísta e com a mente limitada.
Através do sofrimento, Deus nos dá humildade. Quando eu comecei a me machucar pela primeira vez, eu orei: “Deus, deixa isso comigo e me deixa sozinho”. Agora eu oro: “Obrigado Deus, por ter feito isso e ter me guiado de volta para perto de você”. O sofrimento magnifica Cristo para mim, em mim e através de mim. Eu sou grato pelo meu cotovelo, mão e quadril machucados, por que eles me fazem depender de Deus de uma maneira que eu nunca teria dependido sem que tudo tivesse acontecido.

A BÊNÇÃO DO QUEBRANTAMENTO
O sofrimento é bonito porque nos liberta. Agora a minha esposa é crente. Nós estamos criando o nosso filho para amar Jesus. Deus está continuando seu trabalho em meu coração através da última cirurgia de quadril. Minha fé está em Deus, que é soberano, que está me santificando, e que me dá o dom dele mesmo através de sofrimentos e alegrias em minha vida.
O sofrimento tornou o Evangelho real para mim. E Deus vai usar o sofrimento para fazer com que o Evangelho seja real para você também. Se você está passando por alguma situação dolorosa ou difícil, isso não significa que Deus não está prestando atenção ou não se importa. Isso significa que Deus quer ganhar você para a verdadeira fé n’Ele, uma esperança melhor na salvação d’Ele, e humildade e alegria profunda na Sua graça.

[Artigo de opinião escrito por Landry Fields, jogador de basquete pela NBA. Publicado no site desiring God, no dia 26 de setembro de 2015]. Landry Fields joga Basquete Profissional na MBA. Ganhou destaque no Nnew York Knicks em 2010, ele jogou pela última vez pelo Toronto Raptors (2012 – 2015).

Link do artigo:
http://www.desiringgod.org/articles/injury-interrupted-my-idolatry

Tradução by Pablo Henrique

Inspiração

Romanos 1