A tragédia de dois jovens

News

Dia após dia, fica cada vez mais claro que o tempo está passando e muitas pessoas estão perdendo a oportunidade de uma vida de relacionamento com Deus. E tem muitas pessoas que estão perdendo, literalmente, a própria vida. A ganância, o desejo de aproveitar o momento independente das consequências, está levando jovens, homens e mulheres para o abismo.

Na semana passada saíram duas matérias bastante repercutidas pelos jornais brasileiros. Elas tinham em comum o fato de se referirem a brasileiros, homens, no exterior, jovens, que cometeram um erro grave ligados às drogas e, por isso, perderam a sua vida.
Na primeira história, um jovem de 36 anos viajou para o México com o irmão. Foi curtir uma noitada e consumiu uma droga infinitamente mais potente que o ecstasy. A droga poderia causar alucinações por até três dias. Dealberto morreu na noite do sábado, dia 10/01, em Playa del Carmen, um balneário mexicano. O corpo foi encontrado na escadaria de um prédio de três andares. Ele pode ter caído ou até se jogado no meio da alucinação e sentimento de perseguição que vinha enfrentando desde o consumo da droga.
A segunda história é o desfecho de um julgamento que foi decidido há 10 anos na Indonésia. O instrutor de voo livre, Marco Archer Cardoso Moreira, de 53 anos, havia sido preso em 2004, ao tentar entrar na Indonésia com 13 quilos de cocaína escondidos nos tubos de uma asa delta. A Indonésia pune o tráfico de drogas com pena de morte. Na madrugada de sábado (17/01), Marco foi executado por fuzilamento.
Esses dois homens fizeram a mesma escolha, escolheram as drogas e perderam a própria vida em troca disso. Buscaram o caminho mais fácil, um para a curtição e o outro para o dinheiro. Quantos jovens estão vivendo situações similares? Perdidos nos mais diversos vícios e afastados da vida com Deus, buscando os caminhos mais fáceis e não conseguindo preencher o vazio no peito que é do tamanho de Jesus.
Temos recebido a oportunidade de viver uma vida guiada pelo Espírito Santo, em que aquilo que é passageiro não importa mais e passamos a buscar as dádivas que são eternas. Existe uma oportunidade para que eu e você possamos escolher a vida de Deus. Não escolha a sentença de morte que está decretada sobre o pecado. Escolha a Cristo!

Matéria by Emília Jardim

Inspiração

Romanos 1