A história da Raquel

RaquelQuem sou eu?
Raquel Helen Silva
Meus pais faleceram ainda na minha primeira infância, então fui criada por minhas tias e avó, parte materna da família.

Minhas tias e avó sempre me levaram à igreja, então cresci em um ambiente cristão. Conhecer a Deus e crer nos propósitos Dele na minha vida tem me ajudado a superar as dificuldades. Muitas vezes não entendemos o motivo de várias circunstâncias em nossas vidas, mas são nessas horas que precisamos elevar os nossos olhos aos montes e buscar nosso socorro em Deus!

Conheço várias pessoas que não valorizam seus pais, responsáveis ou familiares em geral. É chato perceber que algumas pessoas só entenderão o real valor dessas pessoas quando elas não estiverem mais presentes. Acho que todos nós sabemos que a bíblia ordena que honremos pai e mãe para que se prolonguem nossos dias na Terra, e que o Senhor estabeleceu essas pessoas para nos abençoar, aconselhar e instruir. Nem sempre concordo com tudo o que a minha família pensa ou faz, mas a eles são a minha base, e meus melhores amigos.

Minha primeira experiência com Deus foi um momento marcante na minha vida. Fui usada pelo Espírito Santo pela primeira vez e foi incrível! Tempo e espaço não importavam, era um momento pessoal entre eu e Deus. Eu me senti vazia de mim mesma e cheia do Espírito e foi um dos melhores sentimentos que tive na minha vida inteira! Fui convencida de que não há melhor lugar pra estar do que na presença de Deus.

Como cresci na igreja, era comum ver as pessoas sendo cheias do Espírito Santo, e sempre achei isso tudo muito interessante. Queria muito experimentar aquilo, mas tinha consciência que o momento chegaria quando estivesse preparada. E assim foi.

Em termos ministeriais, eu já dei aula pra crianças na Escola Bíblica Dominical, já participei de algumas peças de teatro também. Fazia parte de um dos grupos de dança da minha igreja, o Canto & Arte, e participei por mais de 10 anos. Também auxiliava no Departamento de Festas, decoração da igreja pra primícias, cultos especiais como Páscoa, aniversário da igreja, Natal e Festa dos Tabernáculos, por exemplo. Eu comecei meu interesse por trabalho voluntário através do meu envolvimento na igreja. Aos nove anos, já estava no grupo de dança e fazíamos outras atividades como visitar a hospitais, asilos e escolas. O amor ao próximo é um dos mandamentos e trabalho voluntário é um dos meios de colocar isso em prática. Acredito que meu compromisso com Deus ajudou a me envolver com causas sociais, porque eu tenho um coração mole (hehe), que se importa com as pessoas. Quando vejo desigualdade e injustiças sociais fico me perguntando o que eu poderia fazer pra melhorar a vida das pessoas, e creio que o Senhor tem forjado em mim um coração quebrantado e servo.

Tenho meditado em Provérbios, por ser um livro que possui muitos “conselhos práticos” sobre como obter sabedoria e conhecimento de Deus, que é algo que tenho buscado. Salmos também é muito especial pra mim e um dos versículos que falam muito ao meu coração é: Salmos 2:8: “Pede-me e te darei as nações, as extremidades da Terra por sua possessão.”
Deus permitiu que eu viajasse para os Estados Unidos pela primeira vez em Janeiro de 2008, mas Ele me trouxe de volta três vezes, incluindo pra terminar minha faculdade! Ele também me abençoou com a oportunidade de ir à Inglaterra, França e Suíça. Todas essas viagens tiveram as despesas cobertas e pessoas me apoiaram e ajudaram durante todo o caminho. Além disso, eu tenho tido o prazer de conhecer pessoas jovens e cristãs de diversos lugares domundo e compartilhar sobre a Palavra, as promessas, os desafios e alegrias de seguir a Jesus. No tempo que estive na Faculdade nos EUA, me conectei com o Christian Fellowship (uma espécie de Aliança Bíblica Universitária/Clubinho que tem nas universidades de lá), e conheci uma das minhas melhores amigas através disso. Um versículo que também marcou muito a nossa amizade foi Romanos 8:28: “E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.” Quando nos sentíamos cansadas e desanimadas com a cobrança da faculdade ou sentíamos saudades de casa, sempre lembrávamos uma a outra que o Senhor tornaria aquela situação em nosso favor, porque nós o amamos. Isso nos trazia paz e tranquilidade para prosseguir em tempos difíceis.

Estudei em escola pública durante toda a minha vida escolar e sempre estive entre os melhores da classe. Estudei inglês na escola e fiz cursinho desde os 12 anos, mas não sabia quando poderia viajar e usar o idioma, uma vez que não tinha condições de arcar com esse objetivo. Descobri formas de colocar esses planos em prática, e durante as minhas experiências, decidi que queria seguir a carreira diplomática. Passei na UFMG e na PUC-MG de primeira, e continuei engajada com atividades sociais. Em menos de 3 anos e meio, participei de diversos encontros e conferências, tendo sido selecionada ou convidada para todos eles, tendo todos os custos cobertos, em 4 países diferentes. Acredito que nunca me conformei com as minhas circunstâncias e graças a Deus tenho tido a oportunidade de estar sendo exposta a ambientes e pessoas que compartilham das mesmas ideias e que se empenham pra que eu me aperfeiçoe a cada dia mais, em todas as dimensões da minha vida.

Alguns eventos, projetos, discursos, fóruns, seminários e conferências dos quais participei:
Programa Jovens Embaixadores, primeira viagem internacional – Charlotte, NC e Washington D.C., EUA (Jan 2008); Bolsa integral para estudar inglês para estrangeiros, formatura com honra ao mérito - Massachusetts, EUA (Jul 2008); Conferência Estudantil Internacional: Darwin e a Ciência Hoje, em comemoração aos 200 anos de nascimento de Darwin e 150 anos da publicação da Origem das Espécies – Londres, Reino Unido (Jul 2009); Conferência Women2Women, sobre empoderamento feminino, única brasileira - Boston, MA, EUA (Ago 2010), Global Changemakers Global Youth Summit , do Conselho Britânico, única brasileira – Londres, Reino Unido (Nov 2010); Encontro Anual do Fórum Econômico Mundial, única jovem brasileira - Davos, Suíça (Jan 2011); Evento Cultural com a Primeira Dama Michelle Obama – Brasília (Mar 2011); transferência para Mount Holyoke College (Ago 2011); G(irls)20 Summit, cúpula simulada do G-20 para meninas de 18-20 anos - Paris, França (Oct 2011) ; Palestrante no TEDx BeloHorizonte (Mai 2012), Estágio no Fundo Africano de Desenvolvimento para Mulheres Africanas – Accra, Gana (Jul/Ago 2013).

Cada uma dessas experiências foi interessante e relevante de uma maneira diferente. Entretanto, o “Jovens Embaixadores”, Fórum Econômico Mundial e o encontro com Michelle Obama foram especiais. O Jovens Embaixadores foi minha primeira viagem pro exterior, a realização de um sonho de muito tempo. Participar do Fórum Econômico Mundial com outros 4 jovens foi incrível, e ter sido selecionada entre mais de 1.500 jovens do mundo todo foi uma honra. Fui a primeira Global Changemaker brasileira a participar, apresentei sessões e compus a plenária de encerramento com a atual diretora do Fundo Monetário Internacional, Christine Lagarde. Michelle Obama é um exemplo pessoal pra mim e conhecê-la pessoalmente, apresentar seu discurso e receber elogios foi inexplicável! Ela é um exemplo de mulher líder, profissional, mas que também preza pelo seu casamento e família, que é algo que pretendo realizar no futuro.

No discurso que fiz para a Michelle Obama, que veio ao Brasil em 2011, mencionei que aprendi a falar a palavra borboleta em várias línguas e ela acabou mencionando isso depois. Eu sempre gostei de ciências, de biologia e de natureza. Acho que borboletas simbolizam transformação, a efemeridade da vida, a necessidade de tempo pra amadurecer. A beleza e a força da fragilidade também. Eu queria aprender a falar uma palavra que significasse muito pra mim em vários idiomas e escolhi borboleta porque esse inseto delicado, colorido, simples e especial. Na verdade, na noite anterior ao discurso, eu cogitei tirar a parte em que falava das borboletas, por achar que seria um pouco infantil, ou irrelevante em um evento tão importante. Ainda bem que fui orientada a manter e a Primeira Dama adorou a história! Desde então vários amigos me chama de “menina das borboletas.” 

Deus possibilitou isso tudo na minha vida. Ele tem um propósito na vida de cada um de nós. Eu tenho colocado meus sonhos e planos nas mãos Dele, tenho aprendido a viver os sonhos de Deus pra mim e tenho visto o agir e a provisão divina com os meus próprios olhos. Deus sempre supera nossas expectativas, pois Ele é perfeito! Ele é o Deus do impossível, mas também é Pai e sabe o que é bom pra gente e o melhor momento também.

Tenho aprendido a lançar minhas ansiedades sobre o Senhor, porque tenho muitas expectativas e sou muito intensa em tudo o que eu faço. Gosto de planejar, escrever, e executar meus planos. Mas Deus é soberano, e existem momentos que Ele não permite (ou permite) que algumas coisas aconteçam pra que nos lembremos de que Ele é Deus, de que Ele está no controle de tudo. Um exemplo foi a minha ida para os Estados Unidos. Fiquei 5 semestres estudando em Mount Holyoke College, a universidade para meninas mais antiga do mundo, fundada em 1837. Ela é uma universidade de excelência, considerada a equivalente de Harvard para mulheres. Quando fui selecionada, a minha bolsa não era integral. Após uma série de ligações, e-mails, oração, lágrimas, jejum... eu entreguei esse sonho nas mãos do Senhor radicalmente. Eu fiz uma oração em um domingo a noite que não esqueço até hoje: “Senhor, se é a tua vontade que eu vá, algo sobrenatural vai acontecer.” No outro dia recebi uma ligação e um e-mail de uma conhecida dizendo que eu tinha um doador anônimo, que me enviaria cheques mensalmente para que eu pudesse pagar pela minha faculdade. Além disso, o Senhor levantou pessoas diferentes pra me acolher e me ajudar nas pequenas e grandes coisas. Ele permaneceu fiel! E assim como Ele permitiu que eu fosse aceita na universidade, e me sustentou durante todo aquele período, Ele permitiu que eu terminasse de pagar o financiamento de 18.000 dólares que fiz, apenas 6 meses depois da conclusão da minha graduação!!! Deus é perfeito! Quando me lembro das lágrimas de incerteza dos dias antes de ir, percebo o cuidado do Senhor em cada detalhe. Essa experiência fez com que eu aprendesse a confiar na provisão dele em todos os sentidos.

Acredite que Deus é poderoso pra fazer INFINITAMENTE mais do que você pedir ou pensar! Eu tenho visto isso acontecer na minha vida todos os dias. Acredite na bondade das pessoas. Acredito no seu potencial! Seja corajoso e humilde o suficiente pra fazer perguntas, e admitir que não saiba ou não consegue fazer algo. Gaste tempo pra escutar, porque o silêncio também faz parte da conversa. Independente do que fizer, faça com paixão, intensidade e devoção.

Absorva cada momento de suas experiências. Quando não souber o que fazer, sorria e ore. E um versículo pra meditação: “Confia no Senhor de todo o teu coração, e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas.” Provérbios 3:5-6.

História by Raquel Silva

Inspiração

Romanos 1