Estratégias de Negociação

malabares
Todos nós estamos constantemente negociando com as pessoas ao nosso redor.
- Negociando com um cliente para fechar uma venda;
- Negociando com a esposa um lugar para passar as férias;
- Negociando o desconto de um carro;
- Negociando quem vai lavar a louça;
- Negociando quem vai trocar a fralda do filho;
Etc...

Os resultados das negociações:
1) Perde / Perde
Geralmente, nessa negociação nenhuma das partes supre suas necessidades ou desejos. Quando as pessoas se preocupam mais em prejudicar os outros do que beneficiarem a si mesmos. 
A ideia predominante é "Posso sair perdendo, mas vou arrastar o outro comigo para o abismo".
Ex: Um casal que está se divorciando, ambos estão perdendo, mas ainda fica um atrito de prejudicar o máximo a outra pessoa,  guerras entre  facções rivais, todos saem perdendo.
2) Ganha / Perde
Uma das partes sae da negociação sem que suas necessidades ou desejos tenham sido atendidas. A pessoa que perde se reusará a negociar novamente com a pessoas que ganha.
Ex: Você está dirigindo o carro em uma estrada quase sem movimento e seu carro estraga e seu celular não funciona para ligar para um reboque. Então, depois de 2 horas esperando um reboque, ele aparece e você fala de seu problema e pede para que a pessoa possa te ajudar. O custo normal até a cidade mais próxima seria de R$ 50,00, mas o reboque te cobra R$ 300,00. O homem do reboque saiu ganhando nessa situação, mas você nunca mais vai querer fechar com ele novamente, pois foi uma negociação Ganha / Perde e você saiu perdendo.
3) Ganha / Ganha
Ambas possuem suas necessidades ou desejos atendidos. Geralmente são necessidades diferentes, mas todos saem muito satisfeitos e numa próxima oportunidade podem negociar novamente.
Ex: Quando vendi meu apartamento, a pessoa que comprou ficou muito satisfeita e eu também fiquei muito satisfeito, ele me agradeceu muito e eu também. Foi uma negociação com ética, verdade e todos saíram ganhando, apesar de eu ter uma necessidade diferente da outra pessoas, ambos saíram muito satisfeitos.
Esse é o modelo de negociação esperada.
Uma estratégia muito importante na negociação é você descobrir como a outra pessoa está negociando com você. Se ela estiver com a intenção ganha/ganha, você pode utilizar a mesma técnica. Mas se a pessoa estiver usando ganha/perde, você precisa avaliar se vale a pena a negociação e deve ser mais inflexível e não pode utilizar a técnica ganha/ganha, pois dessa forma você será muito prejudicado. Já quando a outras pessoas está na negociação perde/perde, você precisa decidir se deseja ficar nessa negociação que não vai levar a lugar nenhum.
O diabo é um excelente negociador, convenceu 1/3 dos anjos deixarem o céu e se rebelarem contra Deus.
O diabo tentou negociar até mesmo com Jesus. Ele possui argumentos muito fortes e precisamos entender qual estratégia que ele está utilizando contra sua vida.
Considerando que ele sabe que vai perder, ele não quer que você ganhe, o objetivo dele é que você perca sempre.
PALAVRA
Vale ressaltar que, na Bíblia, Faraó é um símbolo do diabo e do mundo. Todo aquele que ainda não recebeu a Cristo como Senhor e Salvador de sua vida é escravo das paixões mundanas, de Faraó, assim como éramos, quando ainda não tínhamos Cristo em nossa vida. Todos nós, no passado, fomos escravos de Faraó e escravos do mundo também. Alguns foram escravos da bebida, outros das drogas, outros da prostituição, outros escravos do dinheiro, enfim, escravos de todo tipo de pecado.
E assim como ele fez com Moisés, tenta também negociar conosco. Ataca para fazer com que a pessoa acredite que o retorno a ele é melhor do que o avanço para Deus. E diante das intimidações dele, das pressões, muitos começam a ceder, a negociar com ele. Ele não muda, assim como fez propostas a Moisés, fará a mim e a você
1 - o inimigo fala que para servir a Deus não precisamos da igreja.
Após a praga das moscas Faraó chamou Moises para negociar:
Então o faraó mandou chamar Moisés e Arão e disse: "Vão oferecer sacrifícios ao seu Deus, mas não saiam do país". Ex 8:25
Fala que você deve servir a Deus somente do seu jeito, sem necessidade de sair do mundo e das práticas do mundo. Um Deus que você serve do seu jeito é um Deus que você mesmo criou na sua imaginação, pois o nosso Deus é uma pessoas que pensa, que tem vontades, sentimentos , etc.
Palavra de Deus: “Não deixemos de congregar-nos, como é costume de alguns [...]” (Hebreus 10.25.)
Esse texto fala justamente da perseguição que os cristãos sofreram, e por causa dela podem ter sido tentados a abandonar as reuniões. Mas não permita que esse pensamento invada a sua mente, porque há poder quando o povo de Deus se reúne.
Tendo eles orado, tremeu o lugar onde estavam reunidos; todos ficaram cheios do Espírito Santo e, com intrepidez, anunciavam a palavra de Deus.” (Atos 4.23-31)
2 - ele estabelece que, ao mesmo tempo, podemos servir a Deus e ao mundo
Disse o faraó: "Eu os deixarei ir e oferecer sacrifícios ao Senhor seu Deus no deserto, mas não se afastem muito e orem por mim também". Ex 8:27
Ficando no Egito, você pode servir a Deus “numa boa”. É, o diabo é especialista em enganar. Ele luta para lhe mostrar que não precisa haver nenhuma separação, pois não há diferença alguma entre os dois “mundos.” Ele luta arduamente para convencê-lo a não ser um crente radical, mas a ser o crente com um pé na igreja e outro no mundo;
O diabo ousa convencê-lo de que você pode ser crente sem levar as coisas de Deus a sério. “Você pode ser crente sim, mas não precisa de uma vida de oração, de leitura da Bíblia, de compromisso com Ele, de santidade, de pureza, seja apenas um crente normal.” Mas o crente normal aos olhos de Deus é aquele que vai longe, é aquele que caminha sempre avante, que chega ao destino final.
Não sei se essa temperatura morna tem sido realidade em sua vida, o que posso lhe dizer é que ainda a tempo de você renunciá-la. É tempo de você renunciar a um Cristianismo apenas de aparência.
Hoje, infelizmente, muitas pessoas têm abraçado a visão de serem consumidores de serviços espirituais.

3 - você pode servir ao Senhor, mas sem a sua família.
Após a praga de chuva de granizo e trovões
“Então Moisés e Arão foram trazidos de volta à presença do faraó, que lhes disse: "Vão e prestem culto ao Senhor, ao seu Deus. Mas, digam-me, quem irá? "
Moisés respondeu: "Temos que levar todos: os jovens e os velhos, os nossos filhos e as nossas filhas, as nossas ovelhas e os nossos bois, pois celebraremos uma festa ao Senhor".
Disse-lhes o faraó: "Vocês vão mesmo precisar do Senhor quando eu deixá-los ir com as mulheres e crianças! É claro que vocês estão com más intenções.
De forma alguma! Só os homens podem ir prestar culto ao Senhor, como vocês têm pedido". E Moisés e Arão foram expulsos da presença do faraó.” Ex 10:8-11
Assim como Josué declarou sobre a família dele, temos também que declarar que nós e a nossa casa serviremos ao Senhor:
 “Agora, pois, temei ao Senhor e servi-o com integridade e com fidelidade; deitai fora os deuses aos quais serviram vossos pais que estavam dalém do Eufrates e no Egito e servi ao Senhor. Porém, se vos parece mal servir ao Senhor, escolhei, hoje, a quem sirvais: se aos deuses a quem serviram vossos pais que estavam dalém do Eufrates ou aos deuses dos amorreus em cuja terra habitais. Eu e a minha casa serviremos ao Senhor.” (Josué 24.14-15.)
Envolva sua família em servir a Deus.
A família foi a primeira instituição que Deus criou e ela é a base da sociedade:
“O casamento deve ser honrado por todos; o leito conjugal, conservado puro; pois Deus julgará os imorais e os adúlteros.” Hebreus 13:4
Ela é a base da igreja:
“Ele deve governar bem sua própria família, tendo os filhos sujeitos a ele, com toda a dignidade.
Pois, se alguém não sabe governar sua própria família, como poderá cuidar da igreja de Deus?” 1 Timóteo 3:4-5
Os bons costumes têm sido comprometidos em muitos lares, nas novelas etc.
4 -  podemos servir a Deus, mas deixar os nossos bens fora disso.
Após a Praga de gafanhotos:
Então o faraó mandou chamar Moisés e disse: "Vão e prestem culto ao Senhor. Deixem somente as ovelhas e os bois; as mulheres e as crianças podem ir".
Mas Moisés contestou: "Tu mesmo nos darás os animais para os nossos sacrifícios e holocaustos que ofereceremos ao Senhor.
Além disso, os nossos rebanhos também irão conosco; nem um casco de animal será deixado. Temos que escolher alguns deles para prestar culto ao Senhor nosso Deus e, enquanto não chegarmos ao local, não saberemos quais animais sacrificaremos". Êxodo 10:24-26
Poderiam ir mas tinham que deixar seus bens para trás e os bens são as bênçãos materiais que Deus tem nos dado.
Faraó fez tudo para impedir que o povo levasse seus bens, mas Deus não permitiu e, além de não permitir, fez com que os egípcios presenteassem o povo que estava saindo, com todas as riquezas que possuíam. Não ceda nem um centavo para o diabo, sirva a Deus com os seus bens.
E a maneira bíblica de vencer Faraó nessa área é entregar, também, ao Senhor os nossos dízimos e ofertas. Quando o fazemos destronamos Faraó e abrimos as portas para que as bênçãos financeiras venham sobre nós.
E lembre-se sempre, Deus não precisa do seu dinheiro, Ele quer a sua fidelidade. É entregando-lhe o que é bíblico que você demonstra que é fiel, e não a homens.
CONCLUSÃO
Como vencer essas negociações? Qual estratégia você deve adotar?
 “Portanto, submetam-se a Deus. Resistam ao diabo, e ele fugirá de vocês. “Tiago 4:7

“Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará.
Direi do Senhor: Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele confiarei.
Porque ele te livrará do laço do passarinheiro, e da peste perniciosa.
Ele te cobrirá com as suas penas, e debaixo das suas asas te confiarás; a sua verdade será o teu escudo e broquel.”
Salmos 91:1-4
O Segredo é se submeter a Deus, habitar no esconderijo do Altíssimo, estar debaixo de suas asas.
Moises não tinha exército, Faraó poderia matá-lo, mas ele estava seguro em Deus, ele estava debaixo de suas asas. É nesse lugar e somente nesse lugar que você consegue resistir ao diabo e suas propostas. Moises sabia dos planos de Deus para a nação, por isso ele não aceitou as propostas do diabo.
Você não tem que lutar com ele, pois Jesus Cristo já o derrotou, ele é um perdedor. O que precisa fazer, como disse no início, é resistir e ele fugirá (Tiago 4.7). É isso que vemos quando analisando as propostas de Faraó aos israelitas. Descobrimos que o inimigo sempre cede, mesmo que seja pouco a pouco. Você precisa permanecer na posição correta para tomar cada parte da herança que lhe pertence, por isso jamais negocie com Faraó.

Palavra by Eduardo Ferreira

Inspiração

Romanos 1